Campanha Regresso às Aulas TOP

Estamos nas escolas, fica atento e participa!

JSD Odivelas TV - 10º Edição!

Acompanha as actividades Fevereiro/Março

Universidade de Verão 2014

Odivelas novamente bem representada

Tomada de Posse da Comissão Política

Sunset no Jardim da Música de Odivelas

27 de Novembro de 2014

Apoio da Comissão Política a Simão Ribeiro



Durante esta semana, em reunião de Comissão Política, foi consensual o apoio da secção de Odivelas à candidatura de Simão Ribeiro à liderança da JSD que se intitula: Portugal nas tuas Mãos.


Pelas suas características de pro-actividade e rigor, decidimos unanimemente apoiar esta candidatura, pois estamos confiantes de que irá defender as medidas necessárias ao desenvolvimento da JSD e dispõe de todas as condições para fazer um bom mandato, trazendo à JSD algo de novo, com diferentes discussões e bandeiras políticas. 


Durante esta reunião fez-se também um balanço daquele que tem sido o trabalho e a postura de excelência da JSD Odivelas nos Congressos e nos Órgãos Nacionais. Os militantes demonstraram ainda total confiança nos delegados eleitos pela actual Comissão Política, estando confiantes no seu empenho e decisões.


As eleições aos órgãos nacionais decorrerão no XXIII Congresso Nacional nos dias 12,13 e 14 de Dezembro, em Braga e a JSD Odivelas fará representar-se notoriamente, como tem sido habitual. 


25 de Novembro de 2014

Instituto de Odivelas: Não desistimos de lutar por este projeto de excelência

Porque hoje começa a ser mais claro que “os políticos não são todos iguais”, no passado dia 15 de Novembro dedicámos o dia a duas actividades relacionadas com a luta do Instituto de Odivelas. À tarde participámos no cordão Humano pela manutenção do Instituto de Odivelas - uma excelente iniciativa de sensibilização para a causa, organizada por várias associações mais directamente envolvidas com o Instituto - e seguimos à noite com uma reunião promovida por nós entre alunas e ex-alunas do Instituto, alunos e ex-alunos do Colégio Militar, entre a Associação de Pais do Instituto e o deputado à Assembleia da República André Pardal - conhecido defensor da causa dos Estabelecimentos Militares de Ensino. Esta reunião serviu para ouvirmos mais uma vez pessoas interessadas na causa, o que nos trouxe ainda mais certezas e garantias da legitimidade desta luta.  
E apesar de já termos sido acusados neste processo de sermos a juventude do partido majoritário que integra o governo que de fato criou o despacho que põe em causa a manutenção do Instituto (e somos, defendendo a Social-Democracia com orgulho), demarcamos-nos e não somos coniventes com um despacho que tem muita coisa de errado e que em vez de soluções nos deixa com ainda mais problemas. Mais do que uma luta de Odivelas, o Instituto é uma Instituição nacional. A necessidade das mudanças propostas são muito pouco consensuais (se o são) mesmo dentro do governo, e nunca nos moldes propostos - nem esta bandeira integrava o programa eleitoral com que o PSD foi eleito nas últimas legislativas.
O estudo em que se apoia este despacho, também ele parece ter sido arrancado a ferros e  desmontadas os argumentos da poupança de recursos, não deixa garantias de que os pilares em que o ensino do Instituto se apoia sejam mantidos - pelo contrário é um tímido encerramento. Um exemplo concreto, é o ataque à manutenção de um ensino diferenciado por género. Acreditamos que o Ensino Público não deverá ser simplista, uniforme, nem assente em “preconceitos”, sejam eles de género, ou de internato em oposição ao externato, podendo e devendo coexistir, tal como acontece no Ensino Privado, diferentes tipologias de ensino. As candidaturas à admissão, em número recorde nos últimos anos, de alunas portuguesas e alunas dos Países de Língua Oficial Portuguesa demonstram existir procura ao modelo Internato Feminino. A manutenção de um sucesso escolar acima da média, de excelência, demonstram que o modelo resulta. 
Porquê mudar tão drasticamente e subitamente? Porque não são as entidades envolvidas na vida do Instituto consultadas? Porque é que existe a vontade leviana de alterar uma instituição centenária, com história de prestígio e excelência?
Se há a necessidade de rever os Estabelecimentos Militares de Ensino como um todo, que se discuta sem pressas, sem agendas, e com o tempo necessário a uma análise profunda das fraquezas e pontos fortes, e respeitando os pilares que regem este método de ensino que tanto tem dado a Portugal.
Da nossa parte, fica mais uma vez reiterada a vontade em lutar com as nossas armas, com a autonomia que nos pertence, e naquilo que estiver ao nosso alcance, por esta causa em que acreditamos. 

23 de Novembro de 2014

III Academia de Inverno


A JSD Odivelas não pára e no passado sábado (22 de Novembro), marcámos presença no Distrito de Leiria, especificamente em Porto Mós numa acção de formação organizada pela JSD Regional de Leiria, A "Academia de Inverno"

Nesta formação estiveram presentes ilustres convidados oriundos de diferentes áreas de trabalho. Nesta que foi a terceira edição desta Academia, a JSD Odivelas fez-se representar pelo seu vogal, Pedro Cardoso, mostrando que é uma concelhia viva, ativa, dinâmica e que aposta bastante na formação dos seus quadros políticos.
A sessão de trabalhos teve início com a intervenção da Presidente da Comissão Política Regional e Vice-Presidente da Comissão Política Nacional da JSD (Margarida Balseiro Lopes), onde quatro deputados eleitos pelo círculo de Leiria, Dra. Maria Conceição Pereira, Dra. Laura Esperança, Dr. Feliciano Barreiras Duarte e Dr. Pedro Pimpão, expuseram um pouco do trabalho desenvolvido e trocaram ideias e impressões sobre aquilo que é a sua actuação na Assembleia da República com os jovens presentes.

Seguidamente, já durante o almoço, foi abordada a temática “Acessibilidade e Transportes” pelo Secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Dr. Sérgio Monteiro, que abordou vários pontos, entre os quais as obras públicas, onde referiu que os avultados milhões perdidos por ano neste sector aquando da governação anterior, se refletem agora num ganho entre 4 a 7 milhões anuais. 
A privatização da TAP, o fim do programa de ajuda financeira, a possível utilização civil da base aérea de Monte Real e de Figo Maduro e ainda a modernização da linha ferroviária do Oeste foram também temas focados.



Durante a tarde contámos ainda com a presença do Dr. Manuel Castro Almeida que abordou o tema: “Programa Portugal 2020”. 
“Não teríamos um País em nada parecido com o que é hoje se não fossem os fundos Europeus”. Esta foi uma das frases proferidas pelo Secretário de Estado do Desenvolvimento Regional para passar a mensagem de que os Fundos Europeus são, sempre foram e continuarão a ser uma mais-valia para Portugal, que precisa de continuar a ser aplicada mas de uma forma mais responsável e eficiente, com vista a alcançar uma maior competitividade económica e para contrapor a ideia errada que muitos jovens têm hoje de que a Europa e, nomeadamente o Banco Central Europeu são um “bicho papão” que só nos quer fazer mal e obrigar a tomar medidas prejudiciais para o nosso País.
A Internacionalização das empresas, a criação de uma Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD), o acesso ao crédito e aumento dos capitais próprios das empresas, o reforço na componente dos programas regionais e, pela primeira vez, um programa de inclusão social e emprego são áreas onde o Programa 2020 se irá debruçar e que o Dr. Castro Almeida abordou ao longo desta sessão de esclarecimento.

Na III Academia de Inverno estiveram ainda presentes, ao jantar, o Dr. Luís Montenegro, líder parlamentar do PSD e o Dr. Hugo Soares, atual Presidente da Comissão Política Nacional da JSD, que encerrou o dia de trabalhos desta formação no Distrito de Leiria.Resta-me dizer que esta foi mais uma formação considerada bastante enriquecedora a nível político, onde foram abordados temas bastante interessantes e dar os parabéns à JSD Regional de Leiria e à JSD Porto de Mós pela iniciativa e organização desta atividade de formação.



19 de Novembro de 2014

Manter Tradições- Magusto!


No passado sábado, dia 15 de Novembro, a JSD Odivelas comemorou mais uma vez, o tradicional dia de São Martinho reunindo-se para um magusto.


As castanhas quentes assadas, um chá quente ou mesmo pedaços de marmelada da região,encheram esta tarde de sábado.  
Este momento de convívio contou com muita boa disposição, bons temas de conversa e discussão de ideias. 


A JSD Odivelas manteve assim a tradição de comemorar este dia junto dos militantes proporcionando um momento onde foram debatidos vários temas.

Orgulhamo-nos destes momentos de convívio que promovem a união de grupo e o espírito de equipa que certamente será continuado em futuras iniciativas.



14 de Novembro de 2014

JSD Odivelas TV - Edição nº. 11

A JSD Odivelas TV retoma as suas edições com as actividades do final do anterior mandato da Comissão Política da JSD Odivelas.

Em breve, mais edições com as últimas novidades da tua Juventude!

Esta edição reporta as actividades da JSD Odivelas nos meses de Abril a Maio de 2014.
De destacar o lançamento da 3ª Edição da Magazine "Em Kont@cto", a presença no II Congresso dos JASD, em Tomar e as reuniões com o jovem sírio sobre a guerra civil na Síria e com o Vereador do PSD na Câmara Municipal de Odivelas Carlos Bodião.


 

13 de Novembro de 2014

Índice de Referência nacional com Valorização Robusta


Reclama-se por “apertos” todos os dias, depois de as gerações anteriores terem passado anos a viver aquém das suas possibilidades.

Somos nós, os jovens a sofrer os anos folgados que os nossos avós, pais viveram? A resposta é sim. Baixamos os braços? Não!
Há que resolver os problemas deixados durante ANOS. 
Acima de tudo, formar a população portuguesa, mudar mentalidades e penalizar os que a qualquer momento adoram “fugir fora da caixa”, que é como quem diz, infringir regras, leis, impostos e afins…

É isso que se tem tentado, devagar, fazer. 
Desde o arranque do ano 2014 que a bolsa nacional está bem posicionada tendo o PSI 20 acumulado ganhos de 15,49%. Este foi o melhor desempenho num primeiro trimestre desde 2006 e coloca a bolsa nacional como a que mais valoriza na zona euro sendo o 5º índice que mais sobe no mundo.
Abrindo as páginas dos jornais, encontra-se sorrateiramente no Público esta notícia. Andará a imprensa nacional assim tão distraída???



11 de Novembro de 2014

Cordão Humano Pela Manutenção do Instituto de Odivelas

Dia 15 Novembro (Sábado) pelas 15 horas realizar-se-á no Largo D. Dinis um cordão humano com vista à manutenção do Instituto de Odivelas. Esta medida conta com o apoio da Associação das Antigas Alunas do Instituto de Odivelas, com a Associação de Pais e Encarregados de Educação do Instituto de Odivelas, com a Associação de Oficiais das Forças Armadas e com a Associação de Praças.

É inegável a dimensão e o reconhecimento que o Instituto de Odivelas teve e tem para o Concelho, bem como para Portugal. Desde 1900 que serve o País com a máxima dedicação, abrangendo todo o espectro pedagógico e educativo, aliado a um ensino de excelência tornando-se uma das referências da formação, valorizando o mérito, a disciplina e potenciando todas as capacidades inerentes às suas alunas como nenhuma outra escola.

A JSD Odivelas associa-se mais uma vez à defesa desta causa sem cruzar os braços e sem “fechar os olhos” a um problema que é de todos nós. Continuaremos sempre a lutar para que o Instituto de Odivelas se mantenha a referência que é, e a ter o respeito que merece.

Estaremos presentes, porque não renunciamos à responsabilidade que é defender os jovens e a população de Odivelas. Apelamos a uma mobilização da população para que Odivelas se faça ouvir e seja ouvida!


O Instituto de Odivelas é de todos nós, não deixe esta causa morrer!